Tribunal de Justiça não negocia e não apresenta nada de novo; Estado de Greve continua

Com a presença de cerca de 750 Trabalhadores do Judiciário Estadual representando várias Comarcas e Prédios de quase todo Estado (lista abaixo), foi realizada a 5ª AG da Campanha Salarial, na última sexta-feira(13), sendo a terceira de forma presencial.

A coordenação dos trabalhos da AG coube aos dirigentes: Catarina (Sintrajus), Gozze (Pública/Fespesp/Assetj) e Luiz Milito (Assojubs/Sindjesp/Exefe). Na parte técnica e apoio contamos com a Fernanda (Sintrajus) e Mariana (Assojubs), e a jornalista Raquel (Fespesp).

Na abertura feita pelo companheiro Gozze, foram chamados os deputados apoiadores presentes: Ricardo Silva (Federal/PSD) e Carlos Giannazi (PSOL), os quais após as falas de apoio colocaram seus mandatos à disposição das lutas dos judiciários.

Em seguida, as colegas Patrícia (Escrevente) e Rosangela (Oficial) falaram contra o Racismo- Lembraram que o Dia 13/05 é a data oficial da Libertação dos escravos no Brasil, mas não representou o fim da abolição. Nossa luta atual é anti racista, anti fascista e contra a exploração dos trabalhadores, no dia 20/11 Dia da Consciência Negra estaremos juntos, vamos lembrar e lutar.

Depois tivemos a fala da Mika (escrevente/Pinheiros e do MTST) que ajudou a organizar a Cozinha Solidária, e agradeceu a arrecadação de alimentos trazidos pelos judiciários na Praça, afirmou que a campanha continua e quem preferir poderá contribuir com dinheiro- (a conta será disponibilizada nas redes).

Após essas saudações, o diretor do Sindicato União, Wagner, leu a publicação do Edital de convocação da AG, para garantir a negociação do dia de paralisação.

Continuando foi iniciada a AG, tendo a seguinte pauta:

Avaliação da reunião do dia 12/5 com o TJ, Informes da mobilização e organização nas Comarcas e Prédios, Decisão sobre a deflagração ou não da Greve, Propostas e Encaminhamentos, Passeata e Ato em frente ao Palácio.

Foi feita pelos coordenadores da AG uma avaliação da reunião e tratativas com a direção do TJ ocorrida no dia 12/05- Não ocorreu uma negociação de fato, o Presidente Dr. Anafe falou por 5 a 10 minutos e foi embora. Os representantes da categoria tiveram apenas 5 minutos para falar e não puderam rebater as contra argumentações dos juízes assessores. Nada de novo foi apresentado mantiveram o argumento mentiroso de que o Tribunal só pode conceder os 10%. Atrelaram o aumento dos auxílios a possível aprovação da Lei 752/21, que propõe o aumento das custas, que só poderá ser votada em novembro para valer em 2023. Isso é um grande engodo, não devemos lutar na Alesp para defender projetos de interesse apenas do Tribunal.

Mantiveram a postura antidemocrática e autoritária de desrespeito a categoria e seus representantes, uma atitude sobretudo anti sindical. É necessário mudar isso e não aceitar mais essa forma de tratativas!

Em seguida fizeram informes e avaliações os membros do Comando e Representantes das Regiões, Comarcas e Fóruns: 1) Sonia (Rib.Preto), 2) Margarida (Ribeirão e região/Assetj), 3) Francisco (Marília e região), 4) Luiz Ferracini (Guarulhos/Sindjesp), 5) Elias (Campinas e região), 6) Mario (Vale do Ribeira), 7) Bruno (Mogi Guaçu e região), 8) Adriano (Birigui e região), 9) Raquel (Rib. Preto) e 10) Luiz Milito (Capital e região). De um modo geral as avaliações foram positivas com relação às ações das Caravanas, porém as visitas tem que ser mantidas, assim como a organização dos colegas em cada Fórum.

O Comando de Mobilização chegou em mais de 120 prédios, atingindo quase 12 000 judiciários, quase metade dos servidores que estão no presencial, meio caminho andado, vamos continuar a ajudar na organização e mobilização, fortalecendo as lutas contra os desmandos do TJ e os demais ataques aos serviços e funcionários públicos. (Vejam as falas nos vídeos que estão nas redes das Entidades e do Comando).

Em seguida falaram os representantes das Entidades: Milito (Sindjesp/Assojubs/Exefe), William (Affoppre), Mario Neto (Aojesp), Fernanda (Sintrajus), Maricler (AASPTJSP), Michel (Assojubs/Sintrajus), Wagner (Sind.União) e a Katiuscia (AASPSI BRASIL).

Após essas falas foi colocado, pelo Gozze, em votação se a categoria decide: 1) Entrar em Greve Já, e 2) Manter o Estado de Greve e Acirrar as Lutas e uma Guerra contra o Tribunal.

Feita a votação o resultado (por contraste): 1) Greve já- 20%- 2) Estado de Greve e Acirrar as Lutas- 80%- 3) Abstenções 01.

Após essa deliberação foram feitas as propostas complementares trazidas pelas Entidades Parceiras/Comando Estadual (Gozze, Catarina e Milito), e do Comando Regional de Rib. Preto (Sonia):

  1. O Comando Estadual passa a ser permanente, com a seguinte denominação- Comando Estadual de Mobilização e Organização Permanente. Com reuniões virtuais às quartas às 19h.
  2. Manter as Caravanas/ Mobilização e Organização em cada Fórum e Prédio, criando Comandos por Fórum e Regionais.
  3.  Realizar Assembleias Regionais nas 03 primeiras semanas de junho- e uma Assembleia Geral Virtual no final de junho.
  4. Todas às quartas às 13h fazer Vigília na Entrada do Palácio, com som, faixas, cartazes, tirar fotos para divulgar nas redes.
  5. Utilizar camisetas pretas com o índice de perdas estampado e o nome do Fórum, e acompanhar o presidente onde ele estiver fazendo protesto. Em cada Fórum será feita arrecadação junto aos colegas para comprar e estampar as camisetas. O índice que o TJ nos deve descontado os 10% é de 28,43%.
  6. Buscar na Alesp a retomada para aprovação do PLC 30/13, que propunha 10,55% (maio de 2010) em 05 vezes em 5 anos, o qual em que ser atualizado, e está em caráter de Urgência.
  7. Todas quartas desligar os computadores durante as vigílias das 13h às 15h, em apoio a Vigília no Palácio.

A palavra de ordem é fazer o movimento crescer organizadamente e pressionar com objetivo de fazer o Tribunal nos respeitar e negociar de fato e atender nossas reivindicações.

*Todas as propostas foram aprovadas por unanimidade.

Encerrada a Assembleia Geral na Praça, foi realizada passeata até a entrada do Palácio.

Veja aqui a galeria de fotos:
https://photos.app.goo.gl/q2AdxXHEYZ6uu8FW9

Comarcas Presentes: São José Dos Campos, Jacareí,  Vargem G. do Sul, São José do Rio Preto, Limeira, Ribeirão Preto, Serrana, Pontal, Bebedouro, Batatais, Barretos, Cerqueira César, Araraquara, Garça, Gália, Pompéia, Assis, Ourinhos, Botucatu, Jaboticabal, Campinas, Queluz, Araçatuba, Birigui, São Carlos, Presidente Prudente, Ibaté, Penápolis, Bilac, Pirassununga, São Vicente, Santos, Itanhaém, Juquiá, Registro, Miracatu, Bertioga, Caraguá, Praia Grande, Mogi Guaçu, Jundiaí, Sorocaba, Brodowski, Barretos, Am. Brasiliense, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Mogi das Cruzes, Ribeirão Pires, Suzano, Ferraz de Vasconcelos, Eldorado, Rio Grande da Serra,  Diadema, Mauá.

Prédios da Capital: Barra Funda, Brás, Consolação,  Execuções, Glória, Hely Lopes, Ipiranga, Itaquera, Jabaquara, João Mendes, Pátio,  Palácio, Pinheiros, Santana, Santo Amaro, São Miguel, Tatuapé, Vergueiro, Vila Prudente.

Entidades Parceiras/Comando Estadual de Mobilização.

[ Notícias relacionadas ]

Servidores definem data da próxima Assembleia Geral

Assetj

Comando de mobilização marca ato no Palácio da Justiça

Eventos

Pública festeja o 1º de Maio em evento organizado pelas Centrais e com a presença do Presidente Lula

Assetj