Pública repudia mais um assassinato pelo culto do ódio

11 de julho de 2022

Categorias: Opinião

A Pública Central do Servidor repudia veemente mais essa demonstração de indiferença à vida, nesses tempos em que o culto ao ódio vem se estabelecendo desde o início de um governo afeto às armas e à intolerância.

Um dia Marielle Franco e o Anderson, outro dia Bruno Pereira e Dom Phillips, entre tantos outros anônimos que são vítimas de uma política de extermínio fomentada por liberação de armas e total indiferença do governo federal.

Agora, mais um assassinato que entra para essa triste estatística dos que perderam o direito de divergirem. O servidor público e Presidente do PT em Foz do Iguaçu, Marcelo Arruda, que em sua festa de aniversário é atingido por um atirador que gritava “aqui é Bolsonaro! “, deixa esposa, quatro filhos, sendo um bebê.

A Pública se solidariza com a família do Marcelo, com um sentimento de aperto e expectativas com o futuro do Brasil, uma vez que está nas mãos de todos os brasileiros o rompimento com a triste realidade da institucionalização da violência.

Muitos comemoraram o relaxamento das leis de controle de armas e o estímulo provocado pelo próprio Presidente da República para que a população se arme. Não é de hoje que os resultados de tamanha irresponsabilidade vêm demostrando um aumento importante do número de “homicídios justificados” em todo o território nacional.

Marcelo Arruda foi socorrido, mas não resistiu, ficando como mais um símbolo que aponta para o terror que tomou conta do país, cuja população precisa se unir para interromper essa realidade macabra.

Que a morte do companheiro Marcelo Arruda suscite a consciência de todos para uma maior resistência contra a impunidade para crimes dessa natureza.

A Pública estende sua solidariedade à direção do sindicato dos municipários de Foz de Iguaçu e da Direção do PT da região.

Que a esperança por um Brasil melhor não morra junto com as vítimas do ódio que vem prevalecendo nessa terra chamada Brasil.

Notícias relacionadas

Assetj

Carta Aberta aos servidores do Judiciário, Autoridades, Advogados e População

Funcionalismo

Nota de Solidariedade da Frente Paulista em Defesa do Serviço Público à comunidade da EE Thomázia Montoro

Funcionalismo

Moção de Apoio à Deputada Federal Luciene Cavalcante (PSOL-SP)

Para onde você quer viajar?

Confira todos os nossos destinos e aproveite.

Pousadas, hotéis, colônias, clubes, cruzeiros, resorts, destinos personalizados, pacotes completos e excursões.

Delivery de Cestas Básicas

Entregamos no conforto da sua casa!

Frete grátis para Grande São Paulo.
Pagamento no débito em conta Assetj, cartão de crédito, transferência ou boleto.

Feirinha do Judiciário Online

Tudo com 15% de desconto 3x no Débito em Conta Assetj e Frete

Peça no conforto da sua casa!

Existimos por você!

Nosso compromisso é o seu bem-estar

Com a exclusividade e os benefícios que só a gente tem!
Seja nosso/a associado/a e fortaleça a luta em defesa dos serviços públicos de qualidade e valorização dos servidores