Nota de Repúdio – Deputado Arthur do Val

Categorias: Funcionalismo
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

A Frente Paulista em Defesa do Serviço Públicos, que congrega quase 100 entidades representativas de servidoras e servidores públicos do estado de São Paulo, torna pública sua repulsa ao comportamento do Deputado Estadual Arthur do Val [Podemos],  conhecido como Mamãe Falei.

O referido deputado, já conhecido por suas declarações afrontosas e ofensivas aos servidores públicos na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, reapareceu por ocasião de sua passagem pela Ucrânia em meio ao contexto de guerra. Agora sem o verniz de um discurso pretensamente moralizador da vida pública, surge em áudios veiculados durante sua ida à região da guerra entre Ucrânia e Rússia, externando escatológica e despudoradamente ideias e valores sexistas e misóginos, objetificando mulheres ucranianas como meros corpos a serviço de sua lascívia, conferindo ao Leste Europeu a imagem de destino propício ao turismo sexual, e explorando a condição de pobreza e extrema vulnerabilidade de refugiadas e refugiados afligidos pela guerra.

Para o senhor Arthur do Val, mulheres ucranianas “são fáceis porque são pobres”, pensamento que ofende todas as mulheres, pois lhes nega dignidade e respeito, e que causa aversão pelo abuso que pretende em relação à condição de “pobreza”.

Tentativas de explicações que associam sua repugnante conduta a um momento de “empolgação” apenas configuram uma tentativa de se esconder por trás de uma atitude juvenil que sequer poderia ser pensada para um deputado estadual. Ainda causam secundariamente a distorção de que ser jovem é sinônimo de ser irresponsável, como se tudo o que age e se organiza para a discriminação e a desigualdade pudesse ser resolvido com convenientes pedidos de “escusas”.

Nós, que aplicamos as políticas públicas do Estado, que atendemos majoritariamente mulheres em situação de vulnerabilidade, seja na saúde, segurança, assistência social e que somos também majoritariamente mulheres, mães, avós, não aceitamos um representante do povo com tal comportamento.

EXIGIMOS A IMEDIATA CASSAÇÃO DO DEPUTADO.

Assinam esta Nota de Repúdio as entidades da Frente Paulista em Defesa do Serviço Público.

[ Notícias relacionadas ]

Professora Bebel convoca audiência pública pelo fim do confisco

Funcionalismo

Frente Paulista convoca Twittaço contra o Confisco

Funcionalismo

Você sabe o que é e como funciona nossa campanha salarial?

Funcionalismo