Esclarecimentos sobre reajuste anunciado pela SPPrev
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
29/1/2021 - Assetj / Por Assetj
 

A São Paulo Previdência publicou Portaria no Diário Oficial anunciando percentuais de reajustes anuais concedidos apenas aos benefícios sem paridade, que variam de 0,79% a 5,67%, de acordo com o mês de início do benefício.

É preciso voltar à Emenda Constitucional nº 41/2003, a 2ª Reforma da Previdência, que criou mais uma divisão entre os servidores públicos aposentados, extinguindo a paridade e a integralidade. Sem paridade significa perder o mesmo direito com os aposentados anteriores e com os servidores da ativa dos mesmos cargos.

Como os aposentados sem paridade ficariam sem reajuste e vantagens, lutamos junto ao antigo IPESP para que tivessem uma vinculação, pelo menos o índice de inflação e conseguimos. Todo ano, quando aumenta o IPC da FIPE, o próprio Governo do Estado estende para eles.

O reajuste concedido atualmente pela SPPrev aos sem paridade foi uma reivindicação do funcionalismo atendida, mesmo porque, está previsto no § 8º do artigo 40 da Constituição Federal. Este reajuste anual é concedido desde 2010 (LC Nº 1.105).

Explicação: Os aposentados que ficaram sem paridade, se ganhassem proventos de R$ 2.000,00, passados os anos, sem aumento, esse valor ficaria defasado pela inflação, e hoje, passados 17 anos, não valeriam nem o valor atual de um salário mínimo, de R$ 1.079,00, o que seria uma redução absurda.

A ironia da situação é hoje, constatar que os que estavam prejudicados, ou seja, os que não tem paridade têm reajuste todo ano, enquanto os que têm paridade há anos não têm reajuste.

 

Entenda, não é melhor ser aposentado sem paridade, pois os que não têm paridade não podem entrar com ação judicial para reivindicar direitos. O requisito fundamental é exatamente a paridade, ou seja, extensão da GAM, GGE e outros benefícios que se estendem dos cargos que estão na ativa.

 
 
 
1/8/2021 - Jornal Agora S. Paulo
Cidade de São Paulo estima vacinar 600 mil pessoas por dia---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1/11/2021 - Fespesp
Twittaço contra o retorno presencial às aulas sem vacina---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1/8/2021 - Auditoria Cidadã da Dívida
Live | o Brasil não está quebrado---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
18/2/2021 - Assetj
TJSP avança em decisão contra congelamento de salários e suspensão de direitos---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
9/2/2021 - Correio Braziliense
Atuais servidores serão imediatamente prejudicados pela reforma administrativa---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
16/2/2021 - Vladimir Nepomuceno
Decreto pode ser o primeiro passo para a privatização da previdência dos servidores públicos---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
2/10/2021 - TJSP
Atenção às mudanças de códigos de desconto e margem---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
2/11/2021 - Assetj
Audiência Pública Virtual pela aprovação do PDL 22/2020---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica