Vitória no STF: efetivada a conversão dos cargos
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
30/6/2020 - TJSP / Por Fespesp
 

Depois de mais de quatro anos em que a Assetj e demais entidades representativas de servidores convenceram o Tribunal de Justiça do estado de São Paulo a encaminhar o projeto de transformação dos Agentes Administrativos em Escreventes. Depois de recursos contrários, fez-se justiça aos servidores que se dedicaram durante esse tempo ao serviço da justiça. 

 

A Assetj se fez representar na ADI como amicus curiae através das Entidades Nacionais Associação Nacional dos Servidores do Judiciário (ANSJ) e Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP), e pelo nosso advogado e Presidente do Conselho Deliberativo Julio Bonafonte.

 

Leia abaixo a decisão publicada no site do TJSP:

 

Supremo modula efeitos de decisão que julgou inconstitucional conversão de cargos do TJSP

Mantidas alterações que ocorreram antes do julgamento da ADI.

 

Na sexta-feira (26), o Supremo Tribunal Federal, em julgamento de embargos de declaração, modulou os efeitos da decisão que julgou inconstitucional a lei que autorizava a transformação do cargo de agente administrativo em escrevente técnico judiciário (Lei Complementar 1.260/15, de São Paulo). Sob relatoria da ministra Rosa Weber, a Corte definiu que os efeitos da inconstitucionalidade da lei passam a valer a partir do julgamento pelo STF, que ocorreu no dia 12/5/20. Ou seja, foi mantida a validade das conversões de cargos que ocorreram antes dessa data. 

A Procuradoria Geral da República propôs a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI). Em maio, o Supremo entendeu que, uma vez aprovado em concurso e investido no cargo de agente, é vedado ao servidor galgar outro cargo – o de escrevente – sem a realização de prévio concurso público, pois violaria o princípio da isonomia, que determina a aferição de capacidade técnica mediante concurso público. No entanto, a decisão do STF não havia modulado os efeitos da declaração de inconstitucionalidade e, por essa razão, a Procuradoria Geral do Estado interpôs embargos de declaração.

Em seu voto, a ministra Rosa Weber considerou cabível o pedido de modulação temporal dos efeitos em embargos de declaração. “Cumpre ao Supremo Tribunal Federal, no desempenho do seu papel de Corte Constitucional, lançar mão do poder-dever de harmonizar o princípio da nulidade da norma inconstitucional com a exigência de preservação, considerado o aspecto temporal, histórico e irreversível da realidade, de preceitos outros da Lei Maior que, sem essa providência, seriam feridos caso atribuída eficácia retroativa ou plena à decisão: notadamente a segurança jurídica, a confiança legítima e a boa-fé objetiva, expressões que são do devido processo legal e do Estado de Direito”, escreveu.

O voto também destaca que “não obstante viciado na sua origem, o ato [LC 1.260/15] amparou a concretização de inúmeros atos jurídicos praticados pelos servidores no exercício da prestação jurisdicional por longo período de tempo”.

A decisão dos embargos de declaração foi por maioria de votos.

 

 

Comunicação Social TJSP – CA (texto) / Internet (foto ilustrativa)

 

 
 
 
6/6/2020 - Assetj
ADI é distribuída e Alexandre de Moraes é o relator---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/9/2020 - Assetj
Assetj ingressa em Ação contra suspensão no pagamento dos Precatórios---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/10/2020 - AMB
Assetj assina Manifesto em Defesa da Democracia e do Judiciário---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/7/2020 - Fespesp
Nota de pesar - Falecimento do Oficial João Alfredo Portes---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/10/2020 - Assetj
Suspender pagamento dos precatórios alimentares é “vírus” do calote constitucional---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/9/2020 - Pública Central do Servidor
Pública lidera manifesto em combate ao Coronavírus---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
20/6/2020 - Assetj
TJSP deve resolver administrativamente situação dos agentes ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
24/6/2020 - Fespesp
Nota Conjunta de Repúdio ao Decreto nº 65.021/2020, de autoria do Governador João Doria---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica