Frente Parlamentar em Defesa das Aposentadorias é lançada em São Paulo
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
26/4/2019 - Assetj / Por Assetj
 

O dia 25 de abril foi marcado por grande mobilização de trabalhadores e servidores públicos. Mais de 200 pessoas estiveram presentes no Auditório Paulo Kobayashi (Alesp) para o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Aposentadorias. De iniciativa da deputada estadual Beth Sahão (PT), a Frente, que representa o maior parlamento regional da América Latina, pretende pressionar os deputados federais e partidos contra a aprovação da Reforma (PEC 6/2019).

Os componentes das duas mesas formadas apresentaram informações e justificativas para que não haja dúvidas quanto ao Projeto apresentado pelo Governo. Os argumentos desmoralizam mentiras como a existência de um déficit, que o novo regime de capitalização irá gerar lucros os contribuintes e que os mais pobres não serão afetados.

O economista, professor e mestre da Unicamp, Eduardo Fagnani, discorreu sobre os pontos que representam o verdadeiro desmonte do sistema de seguridade social. Além dos que já são conhecidos, como aumento da idade mínima, redução dos benefícios e regime de capitalização, o brasileiro terá cada vez mais dificuldades em se aposentar, resultando na quebra de mais de 80% dos município. A verba federal para estas cidades é inferior ao valor das aposentadorias e pensões destinadas aos cidadãos, sendo assim a principal fonte de recursos para as economias regionais.

Outra questão é o fim das aposentadorias rurais, já que o trabalhador só poderá se aposentar após os 60 anos de idade. “A previdência rural é uma correção da injustiça com milhares de pessoas que trabalhavam sem carteira assinada há muitos anos, sem nenhum direito”, enfatiza Fagnani. Segundo ele, o benefício possibilitou o fim do êxodo rural: “antes as pessoas saíam da área rural e iam para a cidade. Hoje não tem mais isso, mas vai voltar”.

A advogada especialista em Direito Previdenciário e coordenadora do Movimento Acorda Sociedade (MAS), Dirce Namie Kosugi, ressaltou o grande perigo na capitalização das aposentadorias. Diferente do que o governo afirma, a capitalização não é parecida com uma poupança. “É um sistema de investimento de altíssimo risco. A instituição financeira irá aplicar o seu dinheiro, não saberemos o que pode ser encontrado. Você pode perder esse dinheiro ou encontrar uma dívida”, afirma Dirce.

O sistema de capitalização previsto na PEC é o mesmo que foi implantado no Chile, onde muitos aposentados estão com dívidas altíssimas e os índices de suicídio têm aumentado. “Nós teremos um país de miseráveis, não só os aposentados e pensionistas. Será toda nossa sociedade”, completa Dirce.

A Assetj esteve representada por Geraldo Carvalho Jr., Diógenes Marcelino e José Carlos Galbiatti Costa.

 
 
 
6/6/2019 - Assetj
Servidores de Ribeirão na luta pela Reposição Salarial---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
10/6/2019 - Celso Giannazi
Assetj participa de debate A Farsa da Previdência---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/6/2019 - Assetj
Pública participa de Plenária preparatória da Greve Geral---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
TJSP abre inscrições para remoção---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
26/6/2019 - Assetj
Audiência Pública discute Reforma da Previdência

A luta é para que essa Reforma não seja votada.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
31/5/2019 - Assetj
Servidora morre durante expediente no Fórum de Sorocaba---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
Assetj participa de Sessão Solene no Dia do Escrevente---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
29/5/2019 - Pública Central do Servidor
Fonacate protocola 10 emendas à PEC da Reforma da Previdência

Desconstitucionalização das regras previdenciárias, idade mínima, regras de transição, pensão por morte, alíquotas de contribuição dos servidores públicos são alguns temas das emendas elaboradas pelo Fórum.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica